E se os oceanos secassem?

Facebook Whatsapp Twitter Linkedin Email

Você consegue imaginar quais seriam os impactos que o desaparecimento dos oceanos causariam à sobrevivência na Terra? Seriam consequências devastadoras e extremamente rápidas:

Que árvores e florestas são imprescindíveis para a nossa sobrevivência e a de milhares de espécies de animais, não é novidade para ninguém. Mas, muitas vezes nos esquecemos de considerar a importância dos oceanos, que simplesmente representam o sistema de suporte à vida mais importante do planeta. Para começo de conversa, a vida nem sequer teria surgido na Terra! Você consegue imaginar quais seriam as consequências se os oceanos secassem? Vamos começar do começo. Para entender as consequências do desaparecimento dos oceanos, precisamos saber quais as funções que eles têm no suporte à vida terrestre:

O oceano possui duas funções de apoio à vida: primeiro, os oceanos absorvem radiação solar que incide sobre o equador e distribuem o calor por meio das correntes oceânicas — que ajudam a levar as águas mais quentes até os polos, trazendo as mais frias de lá para a região equatorial. Sendo assim, os oceanos são responsáveis por regular a temperatura da Terra e permitem que nenhuma área seja quente ou fria demais para a sobrevivência de espécies animais. A segunda função é que os oceanos são parte integral do ciclo das águas: os raios solares aquecem a água presente na região do equador, fazendo com que ela evapore, se transforme em nuvens e, em algum momento, volte para a superfície na forma de chuvas.

Agora sim, vamos falar das 6 consequências do desaparecimento dos oceanos:

1. Sem água

Os oceanos secaram, mas ainda temos um pouco de água: nas calotas de gelo, lagos e rios, e água subterrânea ainda estão disponíveis. Porém, essas fontes representam cerca de 3,5% do nosso abastecimento de água presente, e os outros 96,5% desapareceram com os oceanos. Essa quantidade não é suficiente para obter um ciclo da água digno em todo o mundo, mesmo com o derretimento das calotas polares.

Próximo