Essas 12 invenções que mudaram o mundo foram idealizadas por mulheres

Facebook Whatsapp Twitter Linkedin Email

Você sabe quem inventou a cerveja? e o WiFi? E se a gente te falar que essas invenções são femininas?

Alguma vez na sua vida você já parou para pensar como foi inventado determinado objeto? Ou quem o inventou? Ou até mesmo o que a levou a inventar uma coisa nova? Você sabia que algumas invenções que mudaram o mundo foram idealizadas por mulheres?

Fonte: Reprodução/Estudo Prático

Existem diversas maneiras de se definir a importância de uma invenção, como a quantidade de vidas salvas por ela; avaliar por quanto tempo depois de inventada, continuou a ser utilizado; e o grau de complexidade da criação. Podemos dar exemplos para ilustrar os tópicos acima. No primeiro caso, quando falamos de um invento salvar vidas, podemos exemplificar com as vacinas e medicamentos. No segundo, na questão do tempo de uso, a roda é um exemplo clássico, pois a utilizamos até hoje. E no último caso, os computadores podem ilustrar bem um invento complexo. Apesar disso, algumas invenções mudaram a história da humanidade e são consideradas simples, e de tão comuns, se tornaram objetos do dia a dia e nos esquecemos de vê-los como produtos revolucionários que mudaram a história da humanidade. Exemplos disso são os sapatos, a panela de pressão, o papel-celofane, que mudou totalmente a forma de acondicionar os alimentos e também sua durabilidade e a redução de custos e desperdícios.

Fonte: Reprodução/Justiça de Saia

O inglês Jack Challoner, autor de 1001 invenções que mudaram o mundo, pontua que apesar de toda invenção ter sua importância, algumas mudaram mais os rumos da humanidade devido a sua especificidade nos momentos da vida humana. O autor ainda mostra que não é porque algo foi criado há tempos e seu uso foi banalizado, que ele deixa de ser importante, como por exemplo a cola, que foi desenvolvida pelos egípcios há mais de 6 mil anos. Mas nem tudo são rosas nesse mundo das invenções. Algumas áreas sofrem grande preconceito no reconhecimento e na disseminação de determinado invento. Um exemplo disso é o local onde o invento foi criado. Você acha que Santos Dumont ia ter o reconhecimento que tem se o voo do 14 Bis tivesse ocorrido no Brasil e não em Paris? Outro exemplo é o padre Landel de Moura, um quase desconhecido, se não fosse pelo fato de eles ser o responsável pelas primeiras transmissões de rádio, em 1900 na cidade de São Paulo.

Infelizmente, o brasileiro tem a cultura de valorizar apenas o que é de fora, resultando em interrupção de projetos e pesquisas realizadas aqui, e só retomado e levado adiante quando é inventado por outra pessoa do exterior, como conta Daniela Mazzei, gerente da Associação Brasileira de Inventores. Para ela, “algumas coisas são tão inovadoras que esse processo é mais lento, demorando séculos. Outras surgem como uma grande novidade, porém, logo caem no senso comum. Mas tornar-se banal é o destino de toda boa invenção”, acredita Daniela. Mas o que muita gente não sabe, é que algumas das muitas invenções que mudaram o mundo foram idealizadas por mulheres:

1 – Cerveja

Fonte: Reprodução/Folha

Sim! Você leu certo! Antes de os alemães popularizarem a bebida mais sucesso da balada, mulheres na Mesopotâmia foram as responsáveis por fermentar a cevada e criar a cerveja. Segundo Jane Peyton, historiadora, além de serem as únicas permitidas na fabricação das cervejas, este item foi considerado um presente da deusa – sim: até a deusa era mulher! Elas iam ficar decepcionadas com as propagandas de cerveja atuais.

Próximo