Pessoas que não sentem dor: 5 fatos sobre

4. O diagnóstico

analgesia congênita diagnóstico

O diagnóstico da analgesia congênita é feito com base na observação clínica do bebê ou da criança, já que normalmente é descoberta na infância. Pode-se recorrer à biópsia da pele e dos nervos periféricos e ao teste de estimulação simpática e análise do DNA para confirmar a doença. Raio-x, tomografias e ressonâncias magnéticas devem ser realizadas em todo o corpo para avaliar possíveis lesões e iniciar os tratamentos necessários o mais rápido possível.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *