As verdades e mentiras da vida de Michael Jackson

Facebook Whatsapp Twitter Linkedin Email

Michael Jackson foi um astro da música pop, sendo chamado de Rei do Pop em torno do mundo todo. Levou uma legião de fãs a shows e turnês e sempre era manchete nas mídias por sua vida recheada de polêmicas, muitas verdades e algumas mentiras:

Michael Joseph Jackson foi um cantor, compositor, produtor, dançarino, empresário, pacifista e ativista estadunidense. Em vida, chegou a faturar cerca de sete bilhões de dólares, tornando-se o artista mais rico da história, segundo a revista Rolling Stone. Um ano após sua morte, ainda faturou cerca de um bilhão de dólares.

Fonte: Reprodução/Imirante

Michael começou a cantar e dançar aos cinco anos de idade e iniciou sua carreira profissional aos onze como vocalista do grupo Jackson 5. Em 1971, iniciou carreira solo ao mesmo tempo que fazia parte do grupo. Nos anos seguintes, foi reconhecido como o Rei do Pop e cinco de seus álbuns de estúdio se tornaram os mais vendidos do mundo de todos os tempos: Off The Wall (1979), Thriller (1982), Bad (1987), Dangerous (1991) e HIStory (1995). Michael é frequentemente citado como o maior ícone negro de todos os tempos, o que tem grande importância para a quebra de barreiras raciais, e para a abertura de portas para a música negra na música popular.

Há exatos dez anos, no dia 25 de junho de 2009, os fãs e o mundo todo disse adeus à Michael Jackson, com uma morte inesperada aos 50 anos, causada por overdose do anestésico Propofol, o que gerou diversas polêmicas. O artista estava prestes a iniciar seu novo tour em Londres, o qual teve seus ingressos esgotados em poucas horas. Um artista muito excêntrico e com uma vida carregada de polêmicas e bizarrices, Michael ainda é alvo de algumas especulações e boatos, até mesmo em relação à sua morte. Pensando nisso, separamos alguns desses boatos para te dizer o que é boato e o que é fato na vida do cantor:

Seu single mais famoso é Billie Jean

Fonte: Reprodução/Pinterest

Verdade! Sem sombra de dúvidas a sua maior e mais famosa obra-prima é Billie Jean. Ele ganhou o primeiro lugar na classificação Billaboard Hot 100 e alí permaneceu por quase 3 meses. Nos EUA, ele recebeu dois prêmios Grammy em 1984 com o single: “Best Male R&B Vocal Performance” e “Best New Rhythm & Blues Song”.

Próximo