9 perguntas não respondidas sobre a COVID-19

O novo vírus que surgiu em dezembro de 2019 e já infectou milhares de pessoas, matando muitas, ainda é desconhecido e por isso, não se sabe como combatê-lo. Apesar dos esforços de cientistas em todo o mundo, ainda há muito que não entendemos sobre ele e, agora, todos de certa forma fazemos parte de um experimento em todo o planeta na busca por essas respostas, seja um medicamento ou uma vacina. Veja 9 perguntas não respondidas sobre a COVID-19:

1. Quantos infectados?

É uma das perguntas mais básicas, porém a mais crucial. Os casos confirmados em todo o mundo já passaram de um milhão, mas isso é apenas uma fração do total de infecções. Infelizmente, os números podem ser mais altos devido ao contingente ainda desconhecido de casos assintomáticos — pessoas que têm o vírus, mas não se sentem doentes. Os testes que detectam anticorpos permitirão aos pesquisadores saber se alguém já teve o vírus. Somente assim é possível entender quão longe ou quão facilmente o coronavírus está se espalhando.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.